quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Série os Animais da Bíblia: Aula 4 Vacas famintas

Aula 4 Vacas famintas

Base bíblica: Gênesis 41


Versículo bíblico: Deem graças ao Senhor porque ele é bom... Salmo 107:1




Louvor sugerido:





Continue lendo Clique em LEIA MAIS >>>>>>>>>>>>>>


Hora da história:


Que animal é este? (mostrar) Vocês sabiam que as vacas são animais muito úteis para nós, seres humanos?
As vacas nos dão o leite , com o qual podemos fazer iogurte, queijo e manteiga. As vacas nos dão a carne; com sua pele são feitos tapetes e com o coro são feitos sapatos, bolsas e cintos. As vacas ainda podem ajudar a arar a terra e a puxar carroças. Viu só quanta coisa boa as vacas fazem por nós?



A historia Bíblica de hoje vai nos contar de uma vaca e suas companheiras.
A vaca de nossa história, que podemos chamá-la ............. (esperar sugestões) Ela vivia num pais chamado Egito. Ali havia muitos desertos. Estes são lugares muito quentes, onde só tem areia, e, como sabemos, na areia não crescem plantas. Por isso, era muito difícil para um fazendeiro que morasse no deserto, criar suas vacas, porque era difícil encontrar alimento para seus animais. O alimento tinha que vir de fora. Suas vacas quase sempre estavam magras e famintas.
Mas as vacas de nossa história não moravam no deserto do Egito; elas moravam à beira do Rio Nilo. Esse é o maior rio do mundo e por onde ele passava no Egito, existia alegria.
Alegria por que as crianças brincavam à sua magem; as mulheres lavavam suas roupas nele; os homens iam lá para pescar e caçar crocodilos. Além disso, as pessoas até mesmo a princesa do Egito, tomavam banho nas águas do rio Nilo.
Os homens plantavam seus cereais e frutas as margens do rio, por ali havia muito alimento, já que as plantas cresciam bonitas e fortes.
Elas também amavam o rio Nilo, por que podiam beber água ali e tinha muito pasto bom ao seu redor.
Mas um dia, as sete bonitas vacas estavam pastando e viram aproximarem-se outras sete vacas que eram feias e magras. Qual quer um podia pensar que elas deviam viver no deserto, pois se viam mui fracas e feias.
E sabe o que aconteceu em seguida? Uma coisa horrorosa! As sete vacas magras estavam com tanta fome, que em vez de comer grama, elas engoliram as vacas bonitas.
É lógico que isso não aconteceu de verdade. Não! Isso foi só um sonho. Um sonho que Faraó teve. E nesse sonho, Faraó viu que, mesmo comendo as vacas gordas, as magras continuavam magras.
Faraó acordou assustado e queria saber o que significava o seu sonho, mas nenhum de seus sábios podiam ajudá-lo. Então José, que estava na prisão, foi levado ao palácio e Deus ajudou José a interpretar esse sonho.
José disse que haveria sete anos de muita fartura, mas depois viria sete anos de fome. E a fome seria tanta, que ninguém mais se lembraria do tanto de alimento que tinham comido antes.
José estava na prisão do Egito, porque seus irmãos invejosos o haviam vendido como escravo. Invejosos por quê? Porque seu pai Jacó o amava tanto que o havia presenteado com uma roupa muito especial de muitas cores , tal como as que usavam os príncipes da época.
Mas agora, porque José soube explicar o sonho de Faraó, ele foi feito governador do Egito. E foi assim que, quando veio o tempo da fome, José pode salvar sua família dando-lhes do alimento do Egito que ele mesmo havia mandado guardar para quando viesse o tempo de fome.
Assim como as vacas ajudam os homens dando-lhes alimento, José também ajudou sua família dando-lhes alimento. Mas José só pode estocar o alimento porque Deus, que fez o sol e a chuva, provesse cereais em abundância para o momento de necessidade.
Você quer agradecer a Jesus porque Ele ainda manda o sol e a chuva, para que tenhamos alimento delicioso a cada dia?


Hora da atividade






Hora de brincar:

Lanche: Prepare um lanche gostoso para servir. Ponha na mesa e faça com que as crianças fiquem sentadas em volta dela par comer.

Outras sugestões

Coroa de faraó



Link para dowloand AQUI 


>>>> Nessa atividade você irá imprimir o desenho da vaca e dobra no sentido pontilhado. Ela dobrada é a vaca magra e quando abrir e a vaca gorda.




Potinho da gratidão


Uma das mais belas e nobres virtudes do ser humano é a gratidão. Incentive as crianças. Vocês vão precisar de: um potinho, lata ou recipiente qualquer, papel e caneta. A dinâmica consiste em escrever, diariamente, um motivo pelo qual você é grato. Pode ser agradecer porque o clima foi mais ameno, porque o trânsito estava livre, porque alguém especial ligou pra você, porque recebeu colo de mãe, enfim. Motivos com certeza não faltarão, o importante é observar. No final de um ano, ou mesmo de um mês, um semestre (fica a critério de cada um), é preciso abrir os papeizinhos e lê-los um a um. Eles vão evidenciar as pequenas alegrias que se amontoam diante de nós todos os dias, e para as quais, geralmente, ficamos cegos.

Fonte: http://filosofasdebotequim.blogspot.com.br/2014/01/diy-potinho-da-gratidao.html

Alguns modelos retirados da internet




Sugestão de lembrancinha



Postar um comentário