quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Como aprendem os juvenis (10-14 anos)

Como aprendem os juvenis (10-14 anos)
 
Por: Steve Wamberg e John Conaway

A mudança é uma palavra definitiva nesta idade e destacamos as seguintes características:

  1. Tratam com as mudanças no Colégio, as rotinas e os amigos.
  2. Enfatizam profundamente as relações com os companheiros e amigos
  3. Produzem-se mudanças físicas (tanto internas como visíveis)
  4. Há uma mudança gradual em pensamentos concretos a abstratos.
  5. Habilidade para refletir seus próprios pensamentos e ações.

O que funciona e o que  não funciona no aprendizado dos juvenis


Funciona


·         Permite tempo para a interação do grupo, com amigos, grupos pequenos ou com todo o grupo.
·         Cria uma atmosfera na qual cada juvenil é valorizado e incluído. Anima a aceitação de todos.
·         Estabelece oportunidades para jogos ativos e atividades de grupo.
·         Motiva o intercâmbio de idéias e muita discussão. Descobrem o que estão pensando.
·         Permite que os juvenis façam suas escolhas nas atividades, equilibra a competição e as atividades não competitivas.
·         Apresenta perguntas desafiantes que expandem o pensamento dos alunos.
·         Ajuda os estudantes a entender o simbolismo e as verdades representadas em provérbios e parábolas.

O que não funciona


·         Fazer que os alunos trabalhem independentemente.
·         Permitir-lhes que se sentem em grupos ou sempre com os mesmos amigos. Fazer-lhes passar vergonha por qualquer razão.
·         Permanecer sentado em um mesmo assento todo o período de classe.
·         Falar todo o tempo e que os alunos só escutem.
·         Ter os estudantes fazendo a mesma coisa todo o tempo.
·         Dar aos estudantes todas as respostas.
·         Esperar que os juvenis entendam totalmente toda a linguagem figurativa.
·         Dizer aos alunos como usar o que aprenderam.



Cada juvenil tem uma experiência de aprendizagem diferente. Os diferentes tipos de aprendizagem vivenciam a Deus em diferentes caminhos também.  Por exemplo, os aprendizes imaginativos quando querem expressar seus sentimentos de Deus pensam que há algo seriamente equivocado quando as dinâmicas falam de Deus em términos intelectuais somente. O currículo “Elo da Graça” da Escola Sabatina está designado a alcançar todos os estilos de aprendizagem. Use este novo currículo e notará a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADOREI SUA VISITA
E QUE BOM VOCÊ NÃO ESQUECEU O COMENTÁRIO
Ele é muito importante!!!