segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

DINAMICA: EU ME GOSTO

Mais uma dinamica espero que gostem

COMO EU ME SINTO

Auto-estima é o sentimento que cada pessoa tem por si mesma e pelo seu eu interior.
Ela sofre variações diárias. Quando estamos bem, então a auto-estima fica em alta. Quando estamos mal, com uma grande sensação de descontentamento interior, a auto estima fica em baixa.
Isso tem a ver com a forma que cada um trabalha os seus sentimentos, valorizando mais os momentos agradáveis ou, infelizmente, ampliando os desagradáveis.
A auto-estima é dinâmica e perceptível a partir da compreensão do sentimento de identidade, das valorizações e de entender o plano Deus na vida de cada pessoa.
Cultivar e promover a alegria do Senhor Jesus, saber usar como uma poderosa fonte de poder espiritual, e assim melhorar a auto-estima, e para isso precisamos estar na ‘rocha’.

DINAMICA: EU ME GOSTO

Objetivo: Incentivar os adolescentes a refletirem sobre sua auto-estima.
Baseado em: Provérbios 17.22, Neemias 8.10
O que você irá precisar: Folhas de papel sulfite, conjunto de folhas coloridas (vermelho, azul, branco), caneta, cola.

O que você deverá fazer:
1.      O facilitador entregará meia folha de papel sulfite para cada participante e solicita que escreva uma situação extremamente positiva que tem acontecido com ele ultimamente.
2.      No verso da folha, o participante deverá escrever uma situação difícil que tenha causado sentimentos negativos. (não precisa colocar nome)
3.      O facilitados recolherá todas as folhas dos participantes e as guardará consigo.
4.      O facilitador distribuirá o conjunto de folhas coloridas com o seguinte código:
·                            Vermelho: muito chateado
·                            Azul: mais ou menos chateado
·                            Branco: não me chateia
5.      O facilitador explicará que lerá algumas situações que podem ocorrer com qualquer um deles.
6.      Á medida que o facilitador for lendo uma frase, cada participante deverá arrancar um pedaço da folha colorida, de acordo com o código. O facilitador dá um exemplo: lerá uma frase e rasgara um pedaço de sua folha de papel, de acordo com o que ele sente diante daquela situação.
7.      O facilitador lerá as situações que julgar adequadas, escritas pelos adolescentes.
8.      Em seguida, solicitará os participantes a colarem ou montarem um quebra-cabeça com os pedaços de papel recortados, a cor vermelha de um lado, a cor azul no meio e cor branca do outro lado.

Pontos para discussão:
a)      Identificar situações que incomodam

b)      Que cores aparecem mais?

Postar um comentário